Tarde de Campo na Cotriel abordou cultura de milho


Na última sexta-feira, 27 de janeiro, na área experimental da Cotriel, em Espumoso (RS), em parceria com a Syngenta, Nidera, Pioneer e Sementes Agroceres, foi realizada mais uma Tarde de Campo. Cerca de 150 pessoas, entre estudantes, técnicos agrícolas, engenheiros agrônomos e produtores rurais de todas as áreas de abrangência da cooperativa se fizeram presentes, superando as expectativas e confirmando a meta de difundir novas tecnologias. O evento teve como objetivo demonstrar as novas tendências para a cultura do milho. Os assuntos foram: novos híbridos, controle de invasoras, competição entre plantas, manejo da adubação, uso de fertilizantes nitrogenados, manejo de sub-adubação, efeito de plantas de cobertura entre outros para a cultura do milho.

O coordenador da Tarde de Campo, engenheiro agrônomo da Cotriel Luciano Nicolini, declarou-se satisfeito com mais este evento organizado pelo setor, pois apesar da época ser de trabalho voltado as lavouras de soja, a cultura de milho busca espaço na região, principalmente no setor leiteiro, onde se trabalha pela obtenção de uma silagem de qualidade, e os produtores demonstraram maior interesse nas novas tecnologias. "A cultura do milho vem apresentando grandes avanços tecnológicos nesses últimos anos. Fatores como disponibilidade de água, nutrientes, luz e temperatura são fundamentais para que o potencial genético se expresse ao máximo. Graças aos programas de melhoramento, foi possível desenvolver híbridos mais responsivos ao aumento de população, gerando maior rendimento de grãos por área. A adoção destas práticas está diretamente ligada ao posicionamento dos híbridos e ao nível tecnológico adotado dentro de uma ´propriedade", finalizou.

Posts Recentes
Procurar por tags