Comtul recupera finanças e põe fim à liquidação extrajudicial


Em assembleia de associados, a Cooperativa Mista Tucunduva Ltda (Comtul) aprovou, no último dia 13 de março, o fim da liquidação extrajudicial. A decisão tomada por unanimidade marca um novo capítulo na história recente do cooperativismo. A Comtul atua na região de Tucunduva, no Noroeste gaúcho, e nas Missões. Para a safra de 2017, espera movimentar 120 mil toneladas de grãos. Conforme o presidente da Federação das Cooperativas Agropecuárias do Estado (FecoAgro/RS), Paulo Pires, não existe na história recente outra cooperativa que tenha conseguido sair da condição de liquidação extrajudicial. “Isso mostra que, quando o quadro social está com a cooperativa e tem uma liderança, é possível a recuperação, independentemente do tamanho da dívida”, afirma. A Comtul que possui 1.177 associados e seis mil clientes, precisou recorrer ao mecanismo em julho de 2014 após acumular uma dívida de R$ 120 milhões. Foram quase três anos para conseguir colocar a casa em ordem. O passivo atual é de R$ 90 milhões, todo renegociado. O faturamento em 2016 chegou a R$ 185,46 milhões. Na avaliação do advogado Fernando Pellenz, do escritório Souto Correa, que atuou na reestruturação, o que contribuiu para um desfecho positivo foi a decisão pela liquidação extrajudicial ter sido tomada logo após constatadas as primeiras dificuldades financeiras. “ Tem ainda a participação do associado e o modo de conduzir a negociação. O presidente liquidante conseguiu rapidamente recuperar a credibilidade da cooperativa”, destaca Pellenz. Um novo conselho de administração foi escolhido e o presidente liquidante, Enilto Balbinot, passa a ser o presidente da Comtul pelos próximos três anos. Segundo Balbinot, o apoio do produtor e da comunidade foram fundamentais para sair da liquidação extrajudicial, assim como o tamanho das últimas safras. “ O grande objetivo de sair dessa condição é melhorar as áreas de negócio e as parcerias”, garante. O presidente da Fecoagro estima que em breve outras cooperativas poderão seguir os passos da Comtul e colocar um ponto final na liquidação extrajudicial. Lembra que entre as associadas da entidade, há ainda nove nesta condição. “ Acho que foi apenas a primeira. Teremos mais saindo da liquidação”, estima Pires.

Posts Recentes
Procurar por tags